ATRAÇÕES TURÍSTICAS


LINS - SABORES E SABERES DO CORAÇÃO DO TIETÊ

Lins - Município de Interesse Turístico, que possui equipamentos e atrativos turísticos para o turismo de saúde e bem-estar “termalismo”, turismo de negócios, eventos e turismo cultural. A cidade conta com sólida e moderna estrutura para sediar vários tipos de eventos. Nossa rede hoteleira disponibiliza uma ampla oferta de hotéis, que inclui grandes redes internacionais, e diversas opções locais. Um amplo complexo de lazer com um incrível parque aquático, que possui 2.800m de piscina com água quente natural, ideal para a prática do termalismo. Nossa gastronomia diversificada, plena de aromas e sabores, seduz os paladares mais exigentes. A oferta de atrativos culturais contempla desde o primeiro Templo do Budismo Primordial no Brasil, a Igreja dos Gregos com características arquitetônicas típicas do estilo bizantino, e seu interior repleto de ícones, com apenas três exemplares no mundo com as mesmas características, e várias outras relíquias da cultura religiosa. Ainda temos o Museu Histórico, Casa do Artesão e a Cidade Miniatura do senhor Mario. A cidade tem um calendário anual com eventos tradicionais como: Exposição de Orquídeas, Festa do Padroeiro Santo Antônio, Expolins e a Semana da Cultura Japonesa. A Orquestra Sinfônica Jovem de Lins,  também promove vários concertos anuais que encanta todos os participantes. Além disso, o acesso a Lins é fácil, rápido e seguro. A cidade fica no entroncamento da Rodovia Marechal Rondon, ligando São Paulo ao oeste do Brasil, com a BR 153, que liga o país de norte a sul. Venha nos visitar, e conhecer o melhor da cultura do interior.

ATRATIVOS/NATURAIS

HORTO FLORESTAL/PREFEITO DR. MOYSÉS ANTÔNIO TOBIAS

Local de encontro com a natureza, onde o visitante pode desfrutar de Academia ao ar livre, Parque Infantil, Centro de Educação Ambiental e um lindo Viveiro de Mudas. Possui também, Trilhas Ecológicas e Minhocário.

EVENTOS

CARNAVAL

Tradicional evento típico do interior, com muita animação, realização de bailes carnavalescos, e apresentação de escolas de samba locais, que tem ocorrido dentro da Casa da Cultura. Este evento é realizado pela Prefeitura Municipal em parceria com a União das Escolas de Samba de Lins (UESLI), e faz parte do calendário Municipal, Estadual e Federal de Eventos. Esta festa é realizada nos clubes, quadras dos bairros e na Casa da Cultura. Evento realizado normalmente no mês de Fevereiro.

ANIVERSÁRIO DE LINS
Tradicional festa em comemoração ao Aniversário do Município onde eventos políticos e culturais acontecem nos espaços públicos da cidade. O ponto alto das comemorações é um desfile festivo, no qual participam as escolas públicas e particulares, Polícia Militar e Exército, Instituições e entidades do município. Evento realizado no mês de Abril.

ENCONTRO REGIONAL DA MELHOR IDADE
Encontro de grupos da melhor idade da região de Lins, com várias atividades culturais e baile. Evento realizado na Casa da Cultura, e que reúne as Associações da Melhor Idade de mais de 20 municípios de toda a região. É promovido pela ASDIL, com apoio da prefeitura. Este evento é realizado no mês de Abril.

EXPOSIÇÃO NACIONAL DE ORQUÍDEAS
Uma das maiores Exposições do Brasil, de acordo com a CAOB (Coordenadoria das Associações Orquidófilas do Brasil), recebe em torno de 50 expositores vindos de diferentes cidades do País. Faz parte da programação a competição para escolha das melhores plantas, venda de orquídeas e produtos para o cultivo, exposição e venda de artesanatos, exposição de artistas plásticos e praça de alimentação, com grande variedade de alimentos. Este evento é realizado pelo grupo de Orquidófilos de Lins, em parceria com a prefeitura. Evento realizado no mês de Maio.

QUERMESSE DE FÁTIMA
Tradicional Quermesse, realizada aos finais de semana, em comemoração ao mês de Nossa Senhora de Fátima. Evento típico, com vendas de bebidas e comidas, churrasco e sorteio de brindes, com música ao vivo todas as noites. Este evento é realizado durante o mês de Maio.

FESTIVAL DE MÚSICA SERTANEJA DE RAIZ
Festival onde são cadastradas em torno de 35 duplas, compositores e intérpretes da música sertaneja de raiz. Classificam para a final, doze duplas que se apresentam no palco montado na Praça Coronel Piza. São premiadas as três primeiras colocadas. Este evento é realizado juntamente com as comemorações do Padroeiro da cidade. A  realização é da Prefeitura Municipal, e faz parte do Calendário Oficial do município, conforme  Lei Municipal nº 5503, de junho de 2011. Evento realizado no mês de Junho.

FESTA DO PADROEIRO
É uma festa tradicional na cidade em comemoração ao padroeiro do município, Santo Antônio, o santo casamenteiro.  O evento conta com uma variada programação que inclui quermesse todos os finais de semana, com barracas de comida e brincadeiras típicas, shows musicais, concurso de quadrilhas juninas, apresentações musicais, trezena em louvor a Santo Antônio, missa no dia dos namorados, missa com a benção dos pães e procissão. É um evento de resgate da piedade popular e valorização do folclore, promovida pela Catedral de Santo Antônio, com o apoio da Prefeitura Municipal. Este evento é realizado no mês de Junho.

ARRAIÁ DA FAZENDINHA
Festa Junina tradicional, com praça de alimentação formada pelas entidades assistenciais do município, onde parte da renda é destinada a essas instituições. O evento conta com brincadeiras típicas, apresentações de quadrilhas, comidas típicas, concurso de melhor casal caipira e shows musicais. Este evento  é promovido pela Sorveteria Fazendinha Tropical, integrante do Roteiro Rural do Campestre. Este evento é realizado no mês de Junho/Julho.

EXPOSIÇÃO AGRÍCOLA DE LINS E REGIÃO
EXPO AGRÍCOLA

Trata se de uma festa tradicional, realizada há mais de 60  anos pela A. B. C. E. L. - Associação Beneficente Cultural e Esportiva de Lins, cujo objetivo é o de estimular os agricultores locais, e a finalidade de apresentar o que é produzido em suas propriedades, divulgar e comercializar produtos hortifrutigranjeiros. Participam do evento cerca de 190 expositores de toda a região (Promissão, Guaiçara, Getulina, Guaimbê, Cafelândia, Pirajuí, Reginópolis). Ao final da exposição, acontece à premiação dos produtos de maior destaque durante o evento, e no encerramento, os produtos expostos são doados as entidades de utilidade pública locais. Este evento é realizado no mês de Julho.

COMUNIDADE NOSSA SENHORA DA TERNURA

Evento religioso em homenagem a Nossa Senhora da Ternura, realizado no 4º domingo do mês, no Rio Dourado. Faz parte da programação a procissão de barcos, missa e o almoço. Além da programação religiosa, os organizadores também trabalham a conscientização da população ribeirinha sobre a preservação da natureza. Este evento é realizado no mês de Julho.

SEMANA DA CULTURA JAPONESA/LINSFEST
Evento cultural com o objetivo de divulgar a cultura e as tradições dos japoneses, realizado pela Prefeitura de Lins, Blue Tree Park Lins e ABCEL (Associação Beneficente Cultural e Esportiva de Lins). Várias são as atrações desta semana, como jantares temáticos, workshop de etiqueta japonesa, oficinas de origami, artes marciais, radio taisso, show de mágica, shows artísticos, concurso de cosplay, concurso da Miss Nikkey, oficina de cerâmica, exposição de artes, oficina de culinária japonesa, Bon Odori, Zeladoria do Planeta, entre outros. Este evento é realizado no mês de Agosto.

EXPOSIÇÃO AGROPECUÁRIA, INDUSTRIAL E COMERCIAL
EXPOLINS

Evento realizado para fomentar as atividades econômicas do município, e apresentar o que é produzido nas áreas industrial, comercial e agropecuária de Lins e Região. São realizados shows musicais, feiras de negócios e tecnológicas, leilões de gado, exposição de gado das raças Gir e Girolando, exposição de cavalo Manga Larga Marchador, além do já tradicional rodeio em touros.Este evento  é uma promoção do Sindicato Rural de Lins, em parceria com a Prefeitura Municipal. Este evento é realizado no mês de Agosto.

LINS ANIME FEST
Evento destinado ao público jovem, apreciadores da cultura POP e comunidade GEEK. Possui várias atrações, como concurso de Cosplay, Card Games, feira de artigos de jogos eletrônicos e acessórios, praça de alimentação e apresentação de Anime. Este evento é realizado no mês de Outubro.

IN NIPPON FEST - MATSURI FEST
Evento cultural gastronômico, com festival de karaokê, apresentações de matsuri dance, culinária japonesa, culto budista. Este evento é realizado no Templo Taissenji. Este evento é realizado no mês de Novembro.

FESTIVIDADES/FINAL DO ANO
Durante todo o mês de dezembro, acontecem vários eventos em diversos pontos da cidade, com a participação da população local e regional.
- Exposição de Presépios na Cidade Miniatura do senhor Mário.
- Apresentações da Banda Municipal.
- Apresentação da Orquestra Sinfônica Jovem e de Corais, etc. Evento realizado no mês de Dezembro.

ARQUITETURA/RELIGIOSA

IGREJA  DE SÃO JOÃO BOSCO

Com suas obras concluídas em 1940, a igreja de São João Bosco é um belo exemplar da arte e arquitetura Barroca em Lins. Na parte externa da grande igreja, podem-se observar os mosaicos representativos na parte superior da porta principal. A Igreja possui vários vitrais que compõem sua construção, uma série deles representa os sonhos de São João Bosco, do altar, pode-se admirar outro vitral no estilo e formato rosácea, e atrás do altar estão localizados outros três belíssimos vitrais. Uma curiosidade, no interior da igreja as doze colunas que circundam o altar, são uma menção aos Doze Apóstolos.

ESTÁTUA DE DOM  BOSCO
Estátua erguida em homenagem ao cinquentenário da Paróquia São João Bosco.
Local – Avenida Dom Bosco – Praça Dom Bosco – Centro.

CATEDRAL DE SANTO ANTÔNIO
Em 1913, foi doada à Câmara Municipal de Lins, uma gleba de terra que deu inicio a construção de um templo em alvenaria, inaugurado em junho de 1916. Em 1925, foi lançada a pedra fundamental para a construção do novo templo, destinado a abrigar a Matriz de Santo Antônio. Após cinco anos realizou-se a conclusão da cobertura do templo, marcando também o inicio das funções religiosas, bem como a demolição do prédio antigo. No dia 13 de junho de 1935, deu-se a inauguração oficial da Igreja Matriz, com suas três torres. A Catedral de Santo Antônio é um símbolo da arte Gótica em toda a região. Sua arquitetura em estilo gótico é percebida através dos arcos em ogiva. Este estilo apareceu na França no final do século XII e expandiu-se pela Europa Ocidental, mantendo-se até a Renascença, ou seja, até o século XIV. Dentre os elementos da arquitetura gótica, a abóbada é uma das principais características da sua construção. Os rodapés da igreja são recobertos de mármore, e o altar mor, em mármore italiano. De todas as igrejas de Lins, a Catedral é a que possui o maior número de imagem de santos, e também conserva a cadeira que simboliza a sede do Bispado, na qual somente o Bispo pode sentar-se. Os vitrais incrustados na catedral inspiram contemplação e reflexão às pessoas que tem oportunidade de vê-los. Os bancos são todos talhados no estilo gótico, seguindo a construção e arquitetura da catedral. O piso original da catedral pode ser visto no púlpito. Outros elementos podem ser observados na catedral, como as Criptas dos Bispos.
Ano da construção – 1935.

RELÍQUIA DE SANTO ANTÔNIO
Na Catedral de Santo Antônio está guardada a Relíquia que contém um pequenino pedaço da pele do Santo Padroeiro de Lins. Comemora se o 752º Aniversário do reconhecimento da língua incorrupta de Santo Antônio de 1263 a 2015.

RELÍQUIAS DO PAPA JOÃO PAULO II
Encontra-se na Catedral as Relíquias, um Solidéu e um Cálice, do Papa João Paulo II.
Localização – Rua XV de Novembro, 392 – Centro.

SANTUÁRIO DIOCESANO NOSSA SENHORA DE FÁTIMA
No inicio do ano de 1953. Dom Henrique Gelain, então Bispo de Lins, confiou ao Padre Norberto Kondó, o apostolado junto ao povo da Vila Junqueira, tendo em vista a construção do Santuário. Uma das grandes dificuldades foi à escolha do terreno apropriado e a sua aquisição. Em outubro de 1953, realizou-se a primeira grande procissão de Nossa Senhora de Fátima, conduzindo a imagem doada por dona Iracema Paccola, em cumprimento de uma promessa. No momento da coroação da imagem, um menino desconhecido soltou uma pombinha, que primeiro pousou nas mãos do Bispo e depois sobre a cabeça da menina Eunice Zagretti, que coroava a imagem. O pai da menina ficou bastante emocionado, e no dia seguinte procurou o Padre Norberto Kondó para lhe comunicar a sua decisão de doar à Santa, um quarteirão de terreno, de sua propriedade para a construção do Santuário. Em maio de 1954, foi benta a pedra fundamental do Santuário, vinda de Portugal, da Cova da Iria, incrustada artisticamente em bloco de mármore. Em Julho de 1954, foi iniciada a construção da Capela Provisória. Sua arquitetura, em estilo Renascentista é caracterizada pela geometria euclidiana que é a geometria sobre três planos ou em três dimensões. No Santuário encontram-se duas relíquias da aparição da Santa em Fátima, um ramo de azinheira, árvore típica de Portugal, sobre a qual a santa apareceu, e também um pedaço das vestes da Irmã Jacinta, uma das visionárias. Os painéis dentro da Igreja são feitos com 1730 azulejos pintados à mão, os quais relatam a história do Santuário, e do lado de fora da construção, está localizada a Via Sacra, feita em cimento, uma verdadeira obra de arte.
Ano da construção – 01/03/1953.

RELÍQUIA DO SANTUÁRIO DE NOSSA SENHORA DE FÁTIMA
Encontra-se no Santuário de Nossa Senhora de Fátima, a Relíquia que contém um pequeno fragmento da vestimenta de Jacinta, uma dos três pastorinhos que afirmou ter visto Nossa Senhora na Cova da Iria, entre 13 de Maio e 13 de Outubro de 1917.
Localização – Avenida São Paulo, 1055 – Jardim Guanabara.

IGREJA DOS GREGOS
No início do século XX estabeleceram-se em Lins os primeiros gregos oriundos do continente e das ilhas, em busca de uma vida melhor na América. Os primeiros a se estabelecerem na cidade foram os senhores Nicolau Zarvos e Steliano Caraolani, vindos da Ilha de Rhodes. Depois deles muitos outros vieram dessa, e de outras ilhas e permaneceram em Lins até praticamente o final da década de 1970. O imigrante Stefanos Vassiliadis foi o idealizador, construtor e fundador deste Templo. Ele era um dos sobrinhos do pioneiro Nicolau Zarvos. O jovem Stefanos chegou ao Brasil, em Lins, em dezembro de 1951. Em 1957, houve uma terrível enchente que destruiu não apenas a sua, mas todas as lavouras de arroz da região. Desesperado, numa das noites de grande preocupação, teve um sonho no qual a AYA TSAMBICA, a Nossa Senhora de maior devoção na Ilha de Rhodes, apareceu e lhe pediu que prometesse construir uma Igreja com o seu nome, depois de feita a promessa a lavoura refloresceu, e com o dinheiro que ele ganharia com a venda daquela lavoura, cumpriu o prometido. A Igreja foi inaugurada em 08 de setembro de 1958. O Templo tem as características típicas dos monumentos arquitetônicos de estilo bizantino a abóbada arredondada e a cruz de braços de igual tamanho são vistas em templos ortodoxos e grandes catedrais, inclusive na Rússia. A posição do templo respeita a crença de que o altar deve estar na direção em que nasce o sol, e por ele parece levemente deslocado com relação ao traçado das ruas. Seu interior guarda conceitos antiquíssimos e costumes milenares. Quanto aos ícones, são os que hão de mais típico da cultura bizantina e em sua elaboração artística sempre se usa o dourado, feito de pó de ouro, contornando as auréolas dos santos. A Igreja dos Gregos, como é conhecida, foi tombada pelo COMDEPHAC - Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental de Lins, em 15 de junho de 2007, e reinaugurada dia 08 de setembro de 2012, após permanecer fechada por muito tempo. Atualmente a Igreja Ortodoxa Grega está sendo totalmente restaurada para torná-la um importante ponto turístico do município.
Ano da construção – 08/09/1958
Localização – Rua Regente Feijó, 980 – Jardim Campestre.

TEMPLO BUDISTA TAISSENJI
Com a chegada dos japoneses, a partir de 1915, formou-se no decorrer do tempo uma numerosa e influente colônia na cidade. Esta entidade religiosa foi à primeira seita budista a se instalar no Brasil, com a vinda do Monge Budista Tomojiro Ibaragui, a bordo do navio Kasato Maru em 18 de junho de 1908, marcando oficialmente o inicio da colonização japonesa no Brasil. Surgiu daí, a necessidade da construção de um Templo de acordo com suas crenças e tradições religiosas. Inicialmente este templo foi fundado em Guaiçara, na colônia União, posteriormente chamada Bairro União. Seu fundador foi Nissui Tomogiro Draraki. Em 1951, o templo foi transferido para Lins, com decoração e ornamentos baseados na arte japonesa, tornando-se sede mãe de outros templos existentes no País. Outros Monges vieram em seguida, sendo um deles o senhor Kaoru Okagawae Tijou Okayama. O sacerdote Tomojiro Ibaragui, após a fundação do budismo, e a partir do primeiro Núcleo de Culto na Colônia União, em Guaiçara, prestou assistência espiritual e religiosa no Brasil durante 63 anos, onde a seita evoluiu ao longo do tempo, e atualmente são onze Templos instalados no País, sendo a Matriz Espiritual localizada neste templo em Lins.
OBS – As visitas a este Templo devem ser agendadas antecipadamente, e é obrigatório o acompanhamento de alguém responsável pelo Templo.
Ano da construção – 18/04/1973.
Localização – Rua 09 de Julho, 50 – Centro.

TEMPLO BUDISTA HONPA HONGWANJI
Em 1954, a Sacerdotisa Kunkai Okayama da sede do Templo Hongwanji do Japão, da cidade de Kyoto, veio para Lins. Inicialmente instalada no Clube dos Jovens, passou a dar assistência religiosa na cidade e região, conquistando rapidamente muitos adeptos, e com isso veio à necessidade de ter uma sede própria. Para tal, foi formada a “Comissão de Construção da Sede”. Esta comissão visitou mais de 700 famílias em busca de contribuições e assim, foi possível adquirir o prédio da Rádio Clube de Lins, que após reformas, foi adaptado para sede do Templo Honpa Hongwanji de Lins. Para sua fundação, foi concedida pela sede central em Kyoto, no Japão, autorização para a instalação da imagem do Buda Amida. Foi então constituído oficialmente o Templo Budista de Lins no Brasil, tendo como primeira Sacerdotisa Kunkai Okayama.
OBS: As visitas a este Templo devem ser agendadas, já que o mesmo fica fechado, e só é aberto em cerimônias religiosas.
Localização – Rua Nove de Julho, 1455 – Centro.

ARQUITETURA/MONUMENTOS

MONUMENTO DO CINQUENTENÁRIO DA IMIGRAÇÃO JAPONESA
Monumento construído em granito e erguido em 1966, em homenagem ao Cinquentenário da Imigração Japonesa em Lins, cuja chegada dos primeiros imigrantes na cidade ocorreu em 1915.
Localização – Rua Olavo Bilac – Praça do IV Centenário.

MONUMENTO - PORTAL TORI/ RUA JAPONESA
O Portal Tori e a Rua Japonesa foram construídos para homenagear o Centenário da Imigração Japonesa no Brasil, através da reestruturação urbana e revitalização do centro de Lins, alinhando a importância histórica com a representatividade do espaço urbano, caracterizando a cidade e fomentando o desenvolvimento, especialmente o turismo, destacando: a instalação na região da primeira colônia japonesa no Brasil, a colônia Hirano, a presença do primeiro Templo Budista e da sede da religião budista Honmom Butsuryu-Shu no Brasil, além do Templo Taissenji de Lins e a atividade cultural. O projeto é de autoria do arquiteto Kauê Obara Kurimori, com 1200m², contempla alguns elementos característicos do Japão, como: o Portal Tori, que representa para os japoneses não apenas a passagem do corpo no espaço, mas também a transposição espiritual, os postes de iluminação decorativa trazem uma versão para o mobiliário urbano da lanterna japonesa “Lanterna Couchin”, e o paisagismo muito contemplado por todos, no Jardim Japonês. É uma homenagem do povo de Lins, aos imigrantes japoneses que, com espírito de luta, tenacidade e sacrifícios, ajudaram a escrever a história e construir a economia local.
Localização – Rua Rodrigues Alves – Início do Calçadão.

MONUMENTO COMEMORATIVO DOS 100 ANOS DA IMIGRAÇÃO JAPONESA
Este monumento foi projetado pelo arquiteto Ken Mabe, que nasceu em Lins, com desenho de seu filho, o artista plástico Dan  Mabe – filho e neto, respectivamente, do artista plástico Manabu Mabe, que viveu em Lins entre os anos de 1939 a 1957. O desenho foi transformado em um mosaico de pastilhas, medindo 2 x 2 metros, e leva a assinatura da artista linense Mariana Benez Navas. A obra mostra de forma estilizada o sol nascente, o pé de café e a mãe segurando o filho nos braços. A mulher trajando um Kimono estampado com folhas de cerejeira representa os imigrantes japoneses, o seu filho representa as gerações vindouras, o pé de café alusão as lavouras, de onde tiravam seu sustento. Ao fundo está representado o sol nascente, que remete à bandeira do Japão, simboliza a esperança do povo japonês em busca de uma vida melhor no Brasil a cada nascer do dia.

ARQUITETURA/FUNERÁRIA

MAUSOLÉU DOS BISPOS DE LINS

Na Catedral de Santo Antônio estão enterrados dois Bispos no Mausoléu.
- Dom Pedro Paulo Koop – 4º Bispo de Lins.
Sua posse ocorreu em 15/03/1965 e seu falecimento em 26/03/1980.
- Dom Valter Bini – 6º Bispo de Lins.
Sua posse ocorreu em 29/06/1984 e seu falecimento em17/06/1987.
Ano da construção – 1980/1987.

MAUSOLÉU DA REVOLUÇÃO DE 1932
Esse Mausoléu foi solenemente inaugurado por ocasião do 25º Aniversário da Revolução Constitucionalista. Foi obra do prefeito Dr. Moysés Antônio Tobias. Ali estão enterrados os restos mortais dos heróis linenses: Vitoriano Borges, Rosalino Silva, Mário Camargo e João Batista de Araújo. Eles estavam sepultados em lugares diferentes, sendo localizados e trazidos para Lins, graças ao empenho, dedicação e patriotismo do senhor Deusdedit Alves Palmas, que na ocasião residia aqui, e que fez a devida transladação destes restos mortais, às suas próprias custas, sem qualquer despesa para o município. O monumento possui as respectivas inscrições de nomes. Foram usadas quatro urnas de aço, confeccionadas pela Escola Industrial Fernando Costa, de Lins.
Ano da construção – 1957.
Localização – Rua XV de Novembro – Praça Joaquim Piza.

JAZIGO DA  FAMILIA KONDÓ
Neste Jazigo estão depositados os restos mortais dos pais, e do Padre Norberto Massaru Kondó, responsável pela construção do Santuário Nossa Senhora de Fátima.
Ano da construção – 2014
Localização – Avenida São Paulo, 1055 – Vila Guararapes.

TURISMO/CULTURAL/HISTÓRICO

MUSEU HISTÓRICO DE LINS

Foi inaugurado em 2012, e encontra-se no prédio que abrigou a antiga Estação Ferroviária, onde começou a cidade de Lins, e anos mais tarde foi sede da Policia Militar. Apresenta a exposição externa que conta a história do prédio e dos primeiros moradores – Indígenas e trabalhadores rurais. Conta também com exposição itinerante a cada três meses, abordando temas diferenciados. Possui em seu acervo, material da coleção Kiju Sakai, importante arqueólogo japonês que fazia suas escavações nesta região, e também contém diversos materiais da colonização japonesa.
Ano da construção – 1908
Localização – Rua Aureliano Resende de Andrade, 100 – Vila Guararapes.

MUSEU IBARAGUI NISSUI
Foi inaugurado em 2008, para homenagear o Sacerdote que trouxe o Budismo Primordial para o Brasil, o Mestre Ibaragui, já que neste ano o Budismo Primordial completava 100 anos no País. O museu fica no Templo Budista Taissenji, sede espiritual do budismo, e seu acervo é composto por grandes galerias de fotos, que conta a história do Budismo em Lins, bem como no Brasil, objetos budistas e objetos pessoais do Mestre Ibaragui, que morava em Lins, e está sepultado no Templo.
OBS: As visitas ao Museu devem ser agendadas, e é orientada pelo Bispo do Templo Taissenji.
Ano da construção – 1973
Localização – Rua Nove de Julho, 50 – Centro.

CENTRO DE MEMÓRIA HISTÓRICA DE LINS
O CMHL possui o acervo mais completo sobre a história e cultura de Lins, além disso, fica em um dos prédios mais antigos do município, a primeira sede do Banco do Brasil, onde é possível visitar o cofre que fica no subsolo do prédio. Neste local também funciona a Biblioteca Municipal. O acervo conta com todo tipo de material e objeto, tais como: fotos, textos, mapas, livros, manuscritos, materiais de imagem e som, documentos, tijolos de prédios demolidos, maquinas de escrever, cadeiras, entre outras peças importantes.
Ano da construção – 1924
Localização – Rua 21 de Abril, 242 – Centro.

BIBLIOTECA MUNICIPAL NICOLAU ZARVOS
A Biblioteca ocupa o prédio que foi construído em 1924, para abrigar a agência do Banco do Brasil na cidade. É um prédio suntuoso, com sacadas e arquitetura grega e romana, com colunas, capitéis, e grades de proteção nas enormes e numerosas janelas, com desenhos de ramos de folhas e frutos de café, em ferro fundido. Com a mudança da agência, o prédio foi adquirido, em 1971, pelo então prefeito Chiquinho Junqueira, para a instalação da Biblioteca Municipal, do Museu de Lins, Comissão de Arte e Cultura, e o Arquivo do Município.
Ano da construção - 1924
Localização - Rua 21 de Abril, 242 – Centro.

Fonte:
SEDESU – Secretaria de Desenvolvimento Sustentável.
COMTUR – Conselho Municipal de Turismo de Lins.
Apoio - Prefeitura Municipal de Lins.