HISTÓRICO


A ORIGEM
O Capitão João Machado de Souza, e sua esposa Dona Alcides Cândida de Souza, oriundos de Ribeirão Preto, onde trabalhavam como administrador de uma fazenda, em abril de 1924, chefiando sua comitiva composta de homens habituados à lide do desbravar sertões demandara rumo à cidade de Araçatuba, donde prolongaria sua caminhada até as matas virgens da Noroeste do Estado. Chegando a Araçatuba, organizou-se e deu prosseguimento a sua jornada, servindo-se da Estrada de Ferro N.O.B., que margeava o lendário Rio Tietê, e chegando até a Fazenda Guanabara, dali começou sua investida contra o matagal que se elevava altaneiro diante de seus olhos, abrindo uma estrada com 47 quilômetros até o córrego do Ipê, a margem da qual está á sede da Fazenda Furquim, que está localizada a poucos quilômetros da sede do município.

FUNDAÇÃO DO POVOADO
Na medida em que o Capitão João Machado localizava terras, aumentava a necessidade de mãos de obra, com isso, o Povoado se estendia, pois sempre apareciam pessoas procurando por trabalho, e que eram contratadas pelo “Capitão”. O histórico do município não se completaria se nele não tivesse presente o imigrante japonês. Os primeiros chegaram a partir da necessidade de João Machado dar sequência na formação dos cafezais da Fazenda São Valentim. No início, esta tarefa foi designada aos “sertanejos”, porém estes estavam acostumados com a lida nas matas, não conseguiram formar o café, fato que levou o Capitão João Machado, buscar nos imigrantes japoneses a solução para este problema. Os primeiros imigrantes que aqui chegaram, foram ás famílias de Eiizo Shimizu, Miyamoto, Murai, Sakamoto e Eiichi Kimura. Em 1931, a Sociedade Colonizadora do Brasil LTDA, adquiriu uma área de 2.378 alqueires. Desses, 1.842 alqueires foram loteados e formou a SEÇÃO FORMOSA, o restante da área foi incorporado ao Bairro 2ª aliança. O pioneiro foi Kyoshi Matsuchita e depois chegaram mais de 70 famílias, e o Patrimônio Fazenda João Machado, mais que nunca, se expandia com o novo bairro que surgia. A população de Formosa, neste período, já ultrapassava em muito a marca dos 500 habitantes. Nesta época, um fato interessante ocorreu. O povoado começou a ser conhecido por “LASCA BODE”, e esta hipótese era atormentadora para o Capitão João Machado, pois isso lá é nome para uma cidade, costumava comentar. Sua angústia chega ao fim, quando comentava o dilema com o senhor Manoel Ferreira Damião, que sem hesitação sugeriu o nome de GUARAÇAÍ. Em setembro de 1936, deu-se a inauguração da Estação da N.O. B, no km 114, 800, como ponta da linha da variante de Jupiá.

CRIAÇÃO DO DISTRITO
Em 30 de setembro de 1938, o Patrimônio é elevado à categoria de Distrito de Paz, com terras desmembradas do município de Andradina. Em junho de 1939, deu-se a instalação do Cartório de Registro de Paz.

CRIAÇÃO E EMANCIPAÇÃO DO MUNICÍPIO
Em 24 de dezembro de 1948, o Distrito de Paz é elevado à categoria de Município, com a denominação de Guaraçaí, pertencente à comarca de Andradina. Em 1º de janeiro de 1949, deu-se a sua instalação. A data de fundação oficial do município foi em 30 de novembro de 1938. A data de comemoração do aniversário do município é em 12 de outubro.

ORIGEM DO NOME

O nome Guaraçaí, é uma palavra indígena, da língua tupi que jamais escapara da lembrança de Manoel Ferreira Damião, (foi quem sugeriu o nome do povoado) e que emprestava nome a uma árvore, nativa em sua terra natal. Sugestão aceita, o topônimo Guaraçaí, decorre de uma árvore da família das leguminosas (MoldenhaveraFloribunda), Groçai- Azeite.

REGISTROS DO HISTORIADOR – LINHA DO TEMPO
Em 15 de setembro de1938, é criada a Paróquia de Guaraçaí, dando-lhe o nome de Paróquia Nossa Senhora Aparecida, pelo Bispo de Cafelândia, Dom Henrique Cezar Fernandes Mourão. Em 07 de janeiro de 1941, deu-se a instalação da Agência dos Correios e Telégrafos. Em 12 de fevereiro de 1942, ocorreu a instalação do Grupo Escolar de Guaraçaí.
Em 1944, teve início o fornecimento da energia elétrica no município. Em 08 de novembro de 1947, deu-se a instalação da Agência do Banco Bandeirantes do Comércio S.A. Aos 22 de julho de 1949, deu-se a bênção da Pedra Fundamental da Nova Igreja Matriz de Guaraçaí.

GUARAÇAÍ - CAPITAL DO ABACAXI
SEMEANDO UM MUNDO MAIS DOCE E AROMÁTICO

Apenas dois abacaxis de coroa facetada, com várias mudas distribuídas em leque, trazidas dentro da mala deram um novo rumo à economia do município de Guaraçaí. Aparentemente um ato insignificante, mas, para Wataru Takahashi e seu irmão Nobutsugu, eram preciosidades que valiam a pena cuidar com muito carinho. Dedicaram se então, todo o cuidado na proliferação destas mudas que frutificaram e deram amostras convincentes de que seria viável expandir em escala comercial. Todavia, nunca imaginaram que uma atividade agrícola fosse mudar o padrão de vida de um povo, gerando empregos e fixando o homem no campo. Contudo, há de se enfatizar que não foi por mero acaso que tudo aconteceu! O senhor  Wataru Takahashi e seu irmão Nobutsugu eram do ramo, e chegando ao Bairro Formosa, em 1934, foram pioneiros na fruticultura, e tinham um viveiro de mudas. Sabiam, portanto, muito bem, o que tinham em mãos. O Sr. Wataru, de vez em quando saia por ai visitando lugares, conhecendo gente, comparando costumes e vendo, sobretudo o que faziam as pessoas para sobreviver. Foi numa destas viagens, em 1956, quando esteve em São Paulo, que conheceu uma variedade de abacaxi, que era cultivada no município de Registro, à Smooth Cayenne ou Havaí, apropriado para sucos, e não teve dúvidas em trazê-la para o Bairro Formosa.
Em 1959, já multiplicara para trezentos, o número de mudas, e em 1960, já havia plantado dois mil pés de abacaxi. A partir daí começou a comercializar suas mudas. Ao iniciar o plantio de abacaxi, com suas primeiras mudas adquiridas de Wataru Takahashi, o Sr. SukematsuKorim, veio estabelecer uma nova era na fruticultura da região. Em 1963 a Cooperativa Agrícola de Cotia, instalou uma filial em Mirandópolis, e já no ano seguinte, trouxe à Formosa, cerca de seiscentas mudas de abacaxi que foram divididas entre os senhores Takahashi e Korim. Em 1973, com suporte técnico da CAC, e do Engenheiro Agrônomo Dr. Kuga, foi realizada a primeira exportação de abacaxi para a Argentina. Em 1977, teve início à exportação em larga escala, porém foi interrompida devido a Guerra das Malvinas ocorrida em 1982. Em setembro de 1991, com a iniciativa do Sindicato Rural, tendo na gestão o presidenteShojiKorin, fundou-se a APAMG (Associação dos Produtores do Município de Guaraçaí). Seu primeiro Presidente foi o Sr. ToshioShinohara, cuja finalidade principal da entidade era controlar a produção, e a  comercialização, evitando-se assim, ameaça a viabilidade da cultura do abacaxi. Em 1995, após a CAC – Cooperativa Agrícola de Cotia, encerrar suas atividades comerciais, coube a APAMG, a responsabilidade de substituí-la. Muito bem estruturada, não teve problemas para exercer importantes funções na troca de informações, apoio tecnológico e, sobretudo na divulgação do abacaxi. Hoje, conta com associados não só no município de Guaraçaí, mas em toda a região. Em 1998, é realizada a 1ª FESTA DO ABACAXI em Guaraçaí. Foi um grande sucesso, principalmente devido à dedicação do Sr. ShojiKorin, e o empenho de todos os associados. Esta festa vem sendo realizada anualmente, e já se encontra na sua 12ª edição, sempre realizada nos meses de setembro.
Gentílico: Guaraçaísense

GALERIA DE PREFEITOS

JOSÉ MARQUES DA SILVA11/04/1949 à 10/04/1953
JUVENTINO NOGUEIRA RAMOS11/04/1953 à 10/04/1957
JOSÉ MARQUES DA SILVA11/04/1957 à 10/04/1961
MANOEL RODRIGUES MARQUES11/04/1961 à 10/04/1965
IVO GALERA11/04/1965 à 11/04/1969
MANOEL RODRIGUES MARQUES11/04/1969 à 31/01/1973
JOSÉ HAMILTON RAMOS NOGUEIRA31/01/1973 à 30/01/1977
HABIB ASSEIS01/02/1977 à 31/01/1983
EUCLYDES CESTARI01/02/1983 à 31/01/1989
HABIB ASSEIS01/01/1989 à 31/12/1992
FÁBIO GALERA01/01/1993 à 31/12/1996
HABIB ASSEIS01/01/1997 à 31/12/2000
LINDAURA P. DOS SANTOS PINTO01/01/2001 à 31/12/2004
ALCEU CÂNDIDO CAETANO01/01/2005 à 31/12/2008
ALCEU CÂNDIDO CAETANO01/01/2009 à 31/12/2012
ANTONIO APARECIDO SUTTINI01/01/2013 à 31/12/2016
NELSON KAZUMI TANAKA01/01/2017 à 31/12/2020

OBS.: O Sr. JOSÉ MARQUES DA SILVA foi o primeiro Prefeito de Guaraçaí.