HISTÓRICO


A ORIGEM
O atual município de Lavínia, antigo Distrito Policial de Perobaltem sua história ligada ao Coronel Joaquim Franco de Mello que, por volta de 1933, loteou grande parte dos oito mil alqueires de terra de sua propriedade e empenhou-se, pessoalmente para que se fizesse a Estação de Lavínia, removendo cerca de 27.000 m³ de terra no km 365 da E.F.N.O.B., estabelecendo assim o marco definitivo da nova unidade administrativa.

FUNDAÇÃO DO POVOADO
O Coronel Joaquim de Mello, depois de ter adquirido uma gleba de terras na região nordeste do povoado, fundou o bairro da MIMOSA. O coronel Joaquim procedeu ao loteamento dessas terras e fizeram-se presentes nesse bairro os imigrantes japoneses que compraram terras do próprio coronel Joaquim.

CRIAÇÃO DO DISTRITO
O Distrito Policial de Perobal foi elevado a Distrito de Paz com o nome de LAVÍNIA (em homenagem à esposa do fundador), em terras do município de Valparaíso, pelo Decreto nº. 9481, de 12 de setembro de 1938 e instalado no dia 28 de outubro de 1938. O Decreto nº. 9726, de 28 de novembro de 1938, mandou considerar esse Distrito de Paz como Zona Distrital do município de Valparaíso, passando outra vez, a Distrito de Paz pelo Decreto nº. 9775 de 30 de novembro de 1938 postos em execução em 1º de janeiro de 1939.

CRIAÇÃO E EMANCIPAÇÃO DO MUNICÍPIO
Foi elevado a Município pelo Decreto Lei nº. 14.334, de 30 de novembro de 1944, e instalado a 1º de janeiro de 1945. Foi incorporado o Distrito de Paz de Tabajara pela Lei nº. 233, de 24 de dezembro de 1948. Como município, consta o Distrito de Paz de Lavínia e Tabajara. Conforme documentação existente na Prefeitura, o primeiro Prefeito do município foi Cândido Alves Villas Boas, então nomeado pelo Governador, e seu mandato foi de 01/01/1945 à 22/02/1947. O primeiro Prefeito eleito foi o Dr. Rubens Franco de Mello, e exerceu o seu cargo no período de 01/01/1948 à 01/01/1952. Foram eleitos também, nesta ocasião, treze vereadores sendo o senhor José Abdala Casseb, o primeiro Presidente da Câmara Municipal.

PIONEIRISMO
São nomes ilustres da história do município, os senhores: Jacinto Bianco, Orestes Bianco, Ivo Tozzi, João Batista Pinto, Hintz Brandão, José Medeiros Silveira, Roberto Schneider, Dirceu José de Magalhães, Severiano Goulart de Souza, Cezarino Borges de Oliveira, Rui Rodrigues Maia, José Quirino de Freitas, Kataduro Moritaka, Isássio Barranco, Genésio Pereira dos Santos, João de Matos, Luciano Leme, Firoche Quian e João Foz, e tantos outros bravos pioneiros, de méritos extraordinários, que contribuiram para a grandeza deste município, e do acentuado desenvolvimento regional.
DATA DE FUNDAÇÃO: 30 de novembro é a data de aniversário do município.

REGISTROS DO HISTORIADOR - LINHA DO TEMPO
Em 1954, à pecuária de Lavínia apresentava o seguinte rebanho: (nº. em cabeças). Bovino – 80.000, Suíno – 5.000, Equinos – 2.850, Muar – 2.600, Asinino – 08. A produção de leite era de 2.350.000 litros por ano em 31/12/1954. Havia em 1954, três estabelecimentos industriais que empregavam ao todo 114 pessoas. Circulavam nesta época, diariamente na cidade, cerca de cinquenta veículos, entre automóveis e caminhões e dez trens, entre cargueiros e passageiros. Em 1955, havia duas Agências Bancárias – Caixa Econômica Estadual e Agência do Banco Popular do Brasil, juntas possuíam 73 correntistas.
Em 1955, Lavínia possuía em sua sede uma Agência dos Correios e o Agente Postal era o Sr. Remígio Antunes R. Homem. Tinha 30 aparelhos telefônicos instalados, 10 sorveterias, 04 hotéis, 02 pensões, 02 cinemas, 01 teatro com 250 lugares, 07 alfaiatarias, 09 máquinas de arroz, 04 oficinas mecânicas, 03 relojoarias e 03 sapatarias. Havia ainda, Casa de Saúde com 08 leitos disponíveis, 01 Posto de Assistência (mantido pelo Governo Estadual), 05 farmácias, 02 médicos, 03 dentistas, 03 farmacêuticos, 01 tipografia, 02 livrarias, 01 jornal semanário e 01 biblioteca pública contendo 544 volumes. Na educação havia 26 unidades escolares de ensino primário (fundamental) e 01 Escola de Comércio. De acordo com o censo de 1960, 47% da população de 05 anos e mais, sabiam ler e escrever. Em 1950, a população estimada, de acordo com o censo desta época, era de 16.470 habitantes (8.623 homens e 7.847 mulheres), sendo que 78% residiam na zona rural. Em 1954, a população do município chegou a 17.507 habitantes, sendo que 13.830 habitantes residiam na zona rural. Destes 3.621 residiam no Distrito de Tabajara.
Em 1956, a prefeitura havia registrado no município, 21 automóveis e 63 caminhões. Distando cerca de 10 km da sede municipal, havia um campo de pouso (aeroporto) cuja pista media 600 metros de comprimento por 125 metros de largura. Em 31/12/1956, havia 13 Vereadores em exercício, e 2.853 eleitores inscritos. O Prefeito era o senhor Roberto Schneider Dias, o Presidente da República o Dr. JUSCELINO KUBITSCHEK DE OLIVEIRA e o Governador o Dr. JÂNIO DA SILVA QUADROS e o Vice Prefeito de Lavínia era o senhor. Fermino Pavesi, o (FERMO). Em 1957, chega a Lavínia o 3º Pároco da cidade, o Padre Cesare Toppino, que foi responsável pelas duas torres da Igreja Matriz. O Cel. Joaquim Franco de Mello, fundador de Lavínia, era nascido em Rio Claro, no dia 27/11/1880. Casado em 1906 com Dona LAVÍNIA DAUNTRE SALLES DE MELLO, (ele colocou o seu nome, na cidade que nascia em sua homenagem). O Cel. Joaquim Franco de Mello teve três filhos: Dr. Rafhael Franco de Mello, médico, Dr. Rubens Franco de Mello, Advogado e Dr. Raul Franco de Mello, tambémmédico. Graças à sua sábia e adiantada previsão, o Cel. Joaquim Franco de Mello, reserva uma área pública (até então sua propriedade), e nela ergue o edifício do modelar Grupo Escolar de Lavínia.
Em 09 de dezembro de 1937, à morte veio surpreendê-lo em plena atividade. O primeiro Juiz da Comarca de Lavínia foi o Dr. Aguinaldo Santos e o Promotor Público, Dr. JoséAntônio Pereira Ribeiro. Em 25 de setembro de 1956, por força do Decreto Lei nº. 3504 éinstalado (o prédio já estava construído) o Ginásio Estadual de Lavínia. O seu primeiro diretor foi o Professor OrlandoBordoni. Em 1957, o senhor. Osvaldo de Oliveira era o chefe da Estação da N.O.B., e possuía um telégrafo que teve o seguinte movimento naquele ano:
Telegramas recebidos – 4.090 com 59.708 palavras.
Telegramas expedidos – 4.031 com 79.224 palavras.
Em 1957, foi eleita à primeira Rainha dos Estudantes do município. A eleita foi a Srta. Maria Aparecida Corrêa e foram eleitas Princesas MaryAzuma, Aparecida M. Servilha e Maria Rita P. Ribeiro. A Escola Técnica de Comércio foi instalada em 1955 e contava com duas classes do Curso Comercial Básico e 01 classe de 1º ano do Curso Técnico. Durante as décadas de 1950 e 1960 a agência do Banco Popular de Descontos funcionou em Lavínia, e o seu Gerente era o senhor Durvalino Donda. O senhor Antônio Souto Filho, foi o fundador e diretor do Jornal “O LAVÍNIA”, cujo primeiro número circulou em 02/11/1952. Nos anos de 1950 a 1960, Lavínia destacou-se nos esportes, tendo uma aguerrida equipe de Basquete feminino (sagrou-se campeã a época), uma equipe masculina, equipe de Futebol de Salão e Vôlei, além do Beisebol que foi amplamente difundido e praticado pela juventude local, incentivado através da Colônia Nipo Brasileira, tendo o apoio da ASSOCIAÇÃO ESPORTIVA LAVÍNIA.
Gentílico: Lavinense

GALERIA DE PREFEITOS

CÂNDIDO ALVES VILLAS BOAS01/01/1945 à 15/04/1947
JOÃO BATISTA PINTO15/04/1947 à 18/08/1947
HINTZ BRANDÃO DEIROZ18/08/1947 à 02/01/1948
DR. RUBENS FRANCO DE MELLO02/01/1948 à 31/12/1952
IVO TOZZI01/01/1952 à 31/12/1956
ROBERTO SCHNEIDER DIAS01/01/1956 à 31/12/1960
CARLOS GIOMETTI01/01/1960 à 31/12/1964
DR. RUBENS FRANCO DE MELLO01/01/1965 à 31/12/1968
ANTENOR MANZAN01/01/1969 à 31/12/1972
FLAUTILDES PEREIRA DUDU FILHO01/01/1973 à 31/12/1976
DR. OLÍVIO GONFIANTINI01/01/1977 à 31/12/1982
FLAUTILDES PEREIRA DUDU FILHO01/01/1983 à 31/12/1988
FERMINO PAVESI01/01/1989 à 31/12/1992
SALVADOR KAZUO MATSUNAGA01/01/1993 à 31/12/1996
RENÉRIO LUIZ SOARES SOUZA01/01/1997 à 31/12/2001
SALVADOR KAZUO MATSUNAGA01/01/2002 à 31/12/2004
SALVADOR KAZUO MATSUNAGA01/01/2005 à 31/12/2008
RODOLFO MANSAM01/01/2009 à 31/12/2012
MARIO HIROSHI YAMASHITA01/01/2013 à 31/12/2016
CLÓVIS IZIDIO DE ALMEIDA01/01/2017 à 31/12/2020

OBS.: O Sr. CÂNDIDO ALVES VILLAS BOAS foi o primeiro Prefeito (nomeado) de Lavínia.
O Dr. RUBENS FRANCO DE MELLO foi o primeiro Prefeito eleito de Lavínia.