Pontes Gestal

Pontes Gestal



Pontes Gestal



Pontes Gestal



Pontes Gestal



Pontes Gestal - Turiúba




Memorial

Pontes Gestal
Pontes Gestal
Turiúba

Prefeitura Municipal de Pontes Gestal

Rua Benedito A. Pereira, 917
CEP: 15560-000
Fone: (17) 3844-1277 | Fax: 3844-1165
Email: prefeitura@pontesgestal.sp.gov.br
Site: www.pontesgestal.sp.gov.br

HISTÓRICO

 

A ORIGEM
O povoado de Vila Gestal, teve sua origem em 1924, quando o Coronel Manoel Pontes Gestal,que descendia de espanhóis, veio para a região noroeste, acompanhado de sua esposa Dona Joana e filhos. Naquela época o coronel adquiriu uma fazenda e tinha a intenção de desenvolver a agropecuária. A fazenda, formada por terras virgens, tinha a multinacional inglesa Fazenda Guariroba, como vizinha de divisas. A Fazenda Guariroba era grande empregadora de mão-de-obra e atraía contingentes populacionais dos Estados do Nordeste, Minas Gerais e São Paulo vindo em busca de trabalho nas lavouras de arroz, feijão e milho, sendo uma das únicas da região que desenvolvia a atividade agrícola.

FUNDAÇÃO DO POVOADO
Em 1935 o coronel Manoel Pontes Gestal descobriu em suas terras uma lagoa, batizada como “Lagoa da Olaria”, com grande jazida para extração de argila, própria para o fabrico de tijolos e telhas, onde instalouse uma olaria. As terras do coronel passaram a gerar emprego, aumentando a migração de população de outras regiões. A partir de então, o coronel Pontes Gestal, passou a lotear parte de suas terras, vendidas na época, por datas, a lavradores e trabalhadores de sua fazenda e também da Fazenda Guariroba. Um povoado começa a se formar, surgindo às primeiras casas de alvenaria. Em 1937 foi levantado o Cruzeiro de fundação da Vila Gestal, nome escolhido através de plebiscito realizado junto à população. O povo da Vila Gestal organizou-se em mutirão para construir a capela de São Roberto Belarmino, cujos materiais, telhas e tijolos, foram doados pelo coronel Manoel Pontes Gestal.Numa região de terras virgens, as práticas de lazer e de cultura eram desenvolvidas pela população na pesca, caça e nos bailes de forró, organizados nos terreiros das propriedades rurais. A Vila Gestal começou a crescer, sempre com o esforço da população. Os produtores rurais da época emprestaram suas máquinas e ferramentas para a abertura de ruas e estradas. A Fazenda Guariroba doou todos os postes para a instalação da rede elétrica. Na década de 1940, as crianças de Vila Gestal ganharam a primeira escola, que atendia os alunos até o terceiro ano primário. O comércio era formado por mercearias e uma sapataria que confeccionava, além de calçados e botinas, também os arreios para os cavaleiros da região, para atender a crescente população. Com a chegada dos arrendatários na década de 1950, as lavouras de algodão foram introduzidas nas atividades agrícolas e, posteriormente, a pecuária. Segundo relato de pioneiros ainda residentes no município, foi a partir desta década que se iniciaram os grandes desmatamentos da região. Juntamente com a expansão das lavouras, a vigorosa vegetação que cobria toda a área de Vila Gestal até as margens do rio Preto, foi deixada de existir. Várias espécies de animais desapareceram e a pesca foi tornando-se, cada vez mais escassa.

CRIAÇÃO E EMANCIPAÇÃO DO MUNICÍPIO
No início dos anos de 1960, começa a ser articulado o movimento de emancipação de Pontes Gestal até então Distrito de Américo de Campos. Um grupo liderado pelo filho do coronel, Frederico Pontes Gestal, juntamente com Jorge Lacerda, José Lúcio de Oliveira entre outros, organizou uma comissão apoiada pelo povo e conquistou a emancipação de Pontes Gestal, com a promulgação pela Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, do Decreto Lei Estadual nº. 8.092, promulgada em 28 de fevereiro de 1964, elevando o Distrito de Pontes Gestal à categoria de Município, cuja instalação data de 10 de abril de 1965, tendo o seu primeiro prefeito, o senhor Frederico Pontes Gestal.
Gentílico: Pontes-gestalense
 

GALERIA DE PREFEITOS

 

FREDERICO PONTES GESTAL 1965 à 1968
JOSÉ LÚCIO DE OLIVEIRA 1969 à 1972
FREDERICO PONTES GESTAL 1973  à 1976
JOSÉ ORESTES LONGO 1977 à 1982
JOSÉ BATISTA DE SOUZA NETO 1983 à 1988
JOSÉ ORESTES LONGO 1989 à 1992
JOSÉ BATISTA DE SOUZA NETO 01/01/1993 à 31/12/ 1996
JOÃO FERNANDO PEREIRA DA SILVA 01/01/1997 à 31/12/2000
JOÃO FERNANDO PEREIRA DA SILVA 01/01/2001 à 31/12/2004
CIRO ANTÔNIO LONGO 01/01/2005 à 31/12/2008
CIRO ANTÔNIO LONGO 01/01/2009 à 05/06/2012
SEBASTIÃO WENCESLAU DA SIVEIRA 06/06/2012 à 16/07/2012
CIRO ANTÔNIO LONGO 17/07/2012 à 31/12/2012
DAVID DE SOUZA BATISTA 01/01/2013 à 24/11/2015
JOSÉ CAROLINO 25/11/2015 à 31/12/2016
NATANAEL BORGES DOS SANTOS 01/01/2017 à 31/12/2020

OBS.: O Sr. FREDERICO PONTES GESTAL, foi o primeiro Prefeito de Pontes Gestal.

 

 

 

 





Acervo Digital

Com a ajuda de vários colaboradores reunimos um acervo de fotos antigas desta cidade. Caso você tenha fotos antigas desta cidade, contribua conosco, enviando-as para o e-mail: contato@memorialdosmunicipios.com.br

Clique nas imagens abaixo para aumentá-las:

Faço parte dessa história
Empresas que fazem parte da história desta cidade.
Utilizamos seus dados para analisar e personalizar nossos conteúdos e anúncios durante a sua navegação em nosso site. Ao navegar pelo site, você autoriza o nosso site a coletar tais informações e utilizá-las para estas finalidades. Em caso de dúvidas , acesse nossa Política de Privacidade.
Entendi.